Pular para o conteúdo principal

Você conhece os 10 alimentos super poderosos?

Chá verde: afasta os riscos do estresse oxidativo, que é a deficiência de substâncias antioxidantes no organismo, trazendo como consequências doenças como a obesidade e até depressão. O chá verde é rico em polifenóis, nutrientes antioxidantes que atacam os radicais livres das células cerebrais, mantendo a sua atividade neuroprotetora, diminuindo a probabilidade de inflamação cerebral e favorecendo sensação de bem-estar. Também é um ótimo digestivo.





Lentilha: é fonte de proteínas vegetais e cálcio, contribuindo significativamente para a regulação da flora intestinal. O equilíbrio do cálcio e magnésio no organismo atua no metabolismo cerebral e na produção de neurotransmissores, como serotonina e dopamina, responsáveis pela sensação de prazer e bem-estar. Sem contar que é uma delícia!










Canela: rica em polifenóis e antioxidantes, esta especiaria melhora a atividade da insulina, ajuda a estabilizar os níveis de açúcar no sangue e reduz a compulsão por carboidratos e doces. Assim, colabora para evitar o sobrepeso e o acúmulo de gorduras na região abdominal e mantém a produção de serotonina em equilíbrio.







Gérmen de trigo: é a parte mais nobre do trigo, que quando é refinado perde esta propriedade, é uma excelente fonte de todo aporte vitamínico do complexo B, atuando como calmante natural que diminui a irritabilidade e o nervosimo. Tem inositol, presente nas membranas celulares como fosfatidilinositol, que é necessário para o correto funcionamento dos neurotransmissores serotonina e acetilcolina. Também carrega o ácido pantotênico, a vitamina B5 ou vitamina anti-estresse que atua na síntese da acetilcolina, conferindo melhor adequação dos impulsos nervosos e das funções cerebrais, apontam os nutricionistas.


Ômega 3: os peixes de água fria (salmão, atum, cavalinha) são considerados excelentes fontes de ômega 3 , um ácido graxo com efeito protetor sobre os neurônios. A relação de consumo desse ácido graxo e a felicidade, está no aumento na produção dos receptores de neurotransmissores como: a serotonina, a dopamina e a noradrenalina que protegem o cérebro e o sistema nervoso central dos radicais livres, substâncias responsáveis pelo envelhecimento celular.








Tofu: é o queijo à base de soja. Com muitos nutrientes, o tofu tem o dobro de proteínas do feijão e 45% menos calorias que o queijo minas. Importante fonte de magnésio mineral que atua na regulação do metabolismo cerebral e participa da metabolização de alguns aminoácidos. "A deficiência de magnésio resulta em fadiga e deficiência de enzimas envolvidas na produção de energia", explica Lucyanna Kalluf. Meia xícara de tofu tem em média 110mg desse mineral.



Nozes: esta oleaginosa possui vitamina B1 (tiamina), que ajuda a converter glicose em energia. Também imita a acetilcolina, neurotrasmissor que possui um papel nas funções cerebrais relacionadas com memória e cognição. Também carrega o Inositol (fosfatidilinositol), substância reconhecida como parte do complexo B, que é necessário para o correto funcionamento dos neurotransmissores serotonina e acetilcolina.




Mel: o alimento é um carboidrato fonte de triptofano, com ação calmante que induz a uma sensação de bem estar melhorando a função da serotonina no cérebro. O mel tem uma função importante como regenerador da microflora intestinal, quando combinado aos lactobacilos presentes no intestino. Sabe-se que mais de 90% da serotonina é produzida no intestino, portanto o mel ajuda a manter a integridade intestinal colaborando com uma melhor regulação neuro-endócrina, com mais serotonina e mais disposição e sensação de prazer.








Abacate: esta fruta rica em ácido fólico, vitamina B3 (niacinamida) e potássio. O abacate também tem mais proteína que qualquer outra fruta, cerca de 2 g para cada porção de 110 g. Possui, ainda, quantidades úteis de ferro, magnésio e vitaminas C, E e B6. A niacinamida ( Vitamina B3) tem ação específica sobre o sistema nervoso central, colaborando com a manutenção de hormônios que regulam as substâncias químicas do cérebro e garante efeito relaxante. Esta vitamina tem ação conjunta com o ácido fólico, que atua como coenzima de diversos neurotransmissores do bom humor. Dica: fique atento ao valor calórico da fruta: cada 110 g contém cerca de 200 calorias.


Banana: a fruta é um carboidrato rico no aminoácido triptofano ( cada 100g da banana contém em média 18mg de triptofano). Acontece que este aminoácido é uma substância precursora da serotonina. "Sem serotonina, o organismo fica suscetível a males como depressão, irritabilidade, insônia, ansiedade, mal humor e hiperfagia (aumento exagerado da fome)", explica Lucyanna Kalluf. A serotonina também é considerada como sendo uma substância anorexígena, diminuindo a compulsividade e a fome.


Fonte: Site Minha Vida.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Você conhece Punta Cana, no Caribe...

Você provavelmente já viu em fotos, ou talvez já viajado pra lá... Eu falo de Punta Cana, no Caribe. Praia linda e paradisíaca na República Dominicana, de visual natural estonteante, e um dos meus mais recentes "sonhos de consumo" no segmento viagens. Tenho ouvido muito falar nesse lugar ultimamente e então resolvi pesquisar pra saber que época do ano é boa pra viajar pra lá.

Punta Cana é uma região litorânea localizada no extremo leste da República Dominicana, no Caribe. Possui 8 km de praias de areia branca e fina, com águas cristalinas cercada por corais. A história de Punta Cana começa em 1969 quando Frak Rainieri, fascinado bela beleza da ilha, convidou Theodore Kheel a conhecer o local e investir nele, juntos compraram terras e fundaram o Grupo Punta Cana. A 205 km ao leste da capital Santo Domingo, Punta Cana é destino de praia número 1 no Caribe. Em 2008, a região que combina sol o ano inteiro e hotéis com tudo incluído (os famosos all-inclusive) recebeu cerca de…

Saiba como acabar com a retenção de líquidos.

Nem sempre as alterações hormonais têm a ver com a retenção de líquidos. Frio ou calor, ele atormenta a vida de muita gente: o inchaço (ou edema, como também é conhecido) deixa as roupas apertadas, dá aparência de cansaço e causa muito desconforto. Mas, a não ser em casos de desequilíbrio hormonal, é um problema bem simples de resolver. O inchaço é provocado pelo excesso de líquidos no organismo, explica a nutricionista Roberta Stella. Comer muitos alimentos ricos em sódio faz com que esse mineral fique em elevada quantidade no organismo, favorecendo o inchaço temporário (quando o sódio for excretado pelos rins, a retenção excessiva de líquidos é solucionada). Entre os alimentos ricos em sódio estão os embutidos (mortadela, salame, presunto), queijos amarelos, enlatados, preparações temperadas excessivamente com sal. O sal light é composto por 50% potássio e 50% sódio. Ele é uma alternativa para reduzir a ingestão de sódio e, por isso, pode ser utilizado pelas pessoas que tem a propen…

Do tomara que caia,ao blazer justo: Moda, é pra todas as idades!

Vestir-se bem e estar na moda é um desejo de todas as mulheres, independente da idade. Mas é importante ficar atenta ao seu tipo de corpo e escolher as peças adequadas para a sua faixa etária.  Para arrasar no look sem erro, veja as dicas da personal stylist Valquíria Silva.
20 anos: Coloque a feminilidade em foco. A moda para a mulher de 20 anos deve ser prática, já a grande maioria delas possui uma rotina atribulada, trabalhando e estudando. Estampas, cores variadas e sóbrias são bem vindas, mas devem estar no contexto e de maneira equilibrada. Curtos, justos e roupas formais variam de acordo com a personalidade de cada uma e também com a ocasião. Para disfarçar a barriguinha, chame a atenção para os ombros, usando blusas e casacos soltos, camisa por dentro da calça, levemente solta, túnica ou top no estilo blousée e saias, que caem melhor que calças. Evite blusas e casacos que marcam a cintura, como parkas e jaquetas, estampas, padronagens muitos grandes ou espaçadas, calças e saias …